quarta-feira, 5 de maio de 2010

FEIRA DO LIVRO 2010

www.franciscosalgueiro.blogspot.com

Chegou aquela altura do ano em que o meu braço direito julga que é um tartaruga e tenta esconder-se dentro da manga da camisa. O azar dele é que uso t-shirts e por muito que se tente esconder fica sempre de fora. Bem feito para não se armar em parvo.

E porque é que o meu braço tem anualmente um ataque de timidez? Bem, não é de timidez mas de medo. Muito medo de uma lesão que faça com que nunca mais possa ser parte de actividades estimulantes.

Vem aí o dia em que estarei na Feira do Livro de Lisboa a dar autógrafos. Normalmente são muitos. Normalmente acontecem dois efeitos secundários: 1) calo na ponta do dedo do meio; 2) ante braço mais hirto do que uma barra de ferro, e com algumas pontadas que estão entre a picadela de abelha e uma trincadela de um velociraptor.

Se eu sei a data em que vou estar na Feira do Livro a dar autógrafos? Óbvio que sim. Irei dizê-la hoje? Óbvio que não. Porquê? Para criar suspense e… tenho a secreta esperança que o James Cameron veja que pode adaptar este suspense a um filme em 3D. Títulos possíveis “Avatargueiro – o poeta português”, “Titaneira do Livro – não mete água nem vai ao fundo” e “Aliensal – o seu guia culinário para hipertensos… em 4d”.

Prometo que muito brevemente divulgarei a data que estarei na Feira do Livro de Lisboa.


Enviar um comentário