domingo, 24 de agosto de 2008

JÁ SEGUIU. AGORA ESPERAR.

Bzzzzzzzzz* * meu telemóvel a vibrar
Tráááássssss* * telemóvel a cair no chão
F#!%-$#* * palavrão quando o vi em modo Transformer espalhado pela sala

VOZ DO OUTRO LADO: Francisco sou eu a Scarlett.

EU: Outra vez tu Scarlett Johansson?! O que queres agora?

VOZ DO OUTRO LADO: Li o teu novo livro. Estou apaixonada pela história.
EU: Como é que o conseguiste ler?! Para além de mim, muito poucas pessoas tiveram acesso a ele.
VOZ DO OUTRO LADO: Pedi ajuda ao Bono. Ele tem contactos.
EU: Ao Bon...
VOZ DO OUTRO LADO: Shhhh. Não digas nada. Casa comigo por favor. Depois de ler o livro tenho a certeza que és o homem da minha vida.
EU: Já te disse que não quero nada contigo. Ainda se fosses a Charlize Theron ou a Megan Fox...
VOZ DO OUTRO LADO: Shhhhh. Estás a espetar-me alfinetes vulcânicos nas pálpebras ao falares dessas flausinas. Eu amo-te e ainda irei casar contigo. Diz-me só quando é que o livro vai ser lançado?
EU: Ainda não sei. Enviei-o agora mesmo para a Oficina do Livro. Durante o fim-de-semana estive a corrigir algumas notas que a Rita e a Mariana sugeriram e acabou de seguir para a editora que tem trabalhado comigo desde o Homens Há Muitos, a Cristina Ovídio.
VOZ DO OUTRO LADO: E quando é que saberás a data do lançamento?
EU: Espero que a Cristina o leia e me diga alguma coisa.
VOZ DO OUTRO LADO: Mas ainda será este ano?
EU: À partida sim. Deverei ter alguma novidade no final desta semana, ou no princípio da próxima. Agora vou desligar o telefone. E nunca mais me ligues, ouviste? Senão pego numa amostra do Ébola que comprei no eBay e envio-te por pombo correio.

Ps Comentários de Quinta- Fábio: Kim Kardashian de rabo pequenino? Ok… começou a contagem decrescente para o apocalipse; Liliana: o Nelson Évora devia dar a medalha dele às pessoas que lêem e comentam no meu blog; Sofia: tu- mais do que ok. Prima da Su. Eu sabia. Não me perguntes como. Acho que é por ser irmão do Professor Bamboo. Adorei a aventura em busca dos Toblerones; Dora: isso dos cabelos é mito urbano, senão não havia carecas. Felizmente enterrei as onomatopeias, elas eram um pouco flausinas; Miguel: Um dueto Jackson-Branco é a minha ideia de pesadelo. Antes ser esventrado pelo Freddy Krueger.

Enviar um comentário