terça-feira, 9 de setembro de 2008

O ATAQUE DOS CABELOS BRANCOS


Sou o único a apanhar grandes cagaços quando o telemóvel está em cima de uma mesa de madeira e vibra? Cada vez que isso acontece sinto que aparecem dois cabelos brancos. Podem achar estranho como é que uma pessoa sente a cor a desaparecer. Mas eu sinto. É uma sensação parecida com espetar um palito nos olhos.

Voltando ao princípio. Tinha o telefone em cima de uma mesa de madeira, ligaram-me, ele vibrou, fez um som estilo lobisomem esfomeado, o meu coração estalou e atendi o telefone.

Era a Carla Matias responsável pela parte de produção da Oficina do Livro. Sempre simpática avisava-me que brevemente ia ligar-me o fotógrafo Augusto Brázio para fazermos uma sessão de fotografias para a contra capa do livro.


Eu agradeci e fiquei muito contente, estilo cliente de um bar de striptease a receber um lap dance de uma ucraniana*

*tradução= oh não! Odeio tirar fotografias. Tenho a fotogenia de uma abóbora com escorbuto.



Ps Comentários- Paulo: Olá. Bem-vindo ao blog. Sofia: Antes de dia 19, só mesmo se Cristo vier ver a Madonna e aproveitar para colocar as impressoras a funcionarem mais depressa; Dora: Estou de acordo. Deve ser mesmo para proteger das correntes de ar, ou então para evitar que os mosquitos choquem contra ela, como se fosse um pára brisas.
Enviar um comentário